cpa

 

A Avaliação da Educação Superior, a Auto-Avaliação das Faculdades e a Comissão Própria de Avaliação - CPA

As Faculdades Integradas Ipitanga, como instituições do ensino superior, estão sujeitas a avaliação promovida pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES, criado pela Lei 10.861, de 14 de abril de 2004. Por força dessa lei, a avaliação é construída com base em três processos que se realizam de forma integrada e complementar, na perspectiva de constituir um sistema: a avaliação das instituições, dos cursos e do desempenho dos alunos.

A avaliação das instituições se realiza com o sentido de identificar seu perfil e o significado da sua atuação, por meio de suas atividades, cursos, programas, projetos e setores, respeitando a diversidade e as especificidades das diferentes organizações acadêmicas; já a avaliação dos cursos de graduação, tem como objetivo identificar as condições de ensino oferecidas, o perfil do corpo docente, as instalações físicas e a organização didático-pedagógica; a avaliação do desempenho dos estudantes dos cursos de graduação, realizada pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), tem a finalidade de aferir o desempenho dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos, suas habilidades e competências. Este exame é aplicado por meio de procedimentos amostrais, ao final do primeiro e do último ano do curso, com uma periodicidade máxima trienal. O Enade é considerado componente curricular obrigatório dos cursos.

A integração dos instrumentos e consideração dos indicadores permite a atribuição de conceitos à instituição avaliada, ordenados numa escala com cinco níveis – de 1 a 5. Os resultados da avaliação subsidiarão os processos de regulação que compreendem o credenciamento e renovação do credenciamento da IES, a autorização, o reconhecimento e a renovação de reconhecimento de cursos.

Os processos avaliativos são coordenados pela CONAES – Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior, enquanto a sua operacionalização é da função e responsabilidade do INEP.

Ao se considerar a Avaliação da Instituição, distingue-se a Avaliação Interna ou Auto-Avaliação da Avaliação Externa.

A Avaliação Interna ou Auto-Avaliação é organizada pela própria instituição, coordenada pela Comissão Própria de Avaliação – CPA que tem as atribuições legais de condução dos processos avaliativos internos da instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo INEP. A Avaliação Interna ou Auto-Avaliação deve ser procedida com base nas diretrizes e no roteiro da Comissão Nacional de Educação Superior – CONAES, definidos em documentos publicados e divulgados pelo MEC.

O principal objetivo da Avaliação Interna ou Auto-Avaliação das Faculdades Integradas Ipitanga é aprimorar a qualidade do seu trabalho por meio da identificação das forças, potencialidades e fragilidades de seus processos. Só assim, conhecendo a realidade institucional, será possível desenvolver ações que objetivem a melhoria do sistema educacional posto em prática. As Faculdades Integradas Ipitanga dispõem de um programa de avaliação próprio bem estruturado, que conta com o comprometimento e participação ativa de toda a comunidade acadêmica, possibilitando às FACIIP a promoverem uma maior reflexão a respeito do seu funcionamento e de suas realizações, uma maior consistência na organização dos projetos que desenvolve e sua repercussão entre os alunos e professores e uma melhor capacidade de responder aos requerimentos sociais. O sucesso da modalidade avaliativa das Faculdades Integradas Ipitanga depende do comprometimento da administração, da participação de todos os segmentos acadêmicos e que a CPA, realmente, exerça liderança do processo.

O aluno é participante ativo desse processo de avaliação e beneficiário direto dos seus resultados, portanto, deve participar ativamente dos trabalhos avaliativos, dos debates e discussões, pessoalmente, ou através de seus representantes, contribuindo, dessa forma, com a implantação de ações que visem à melhoria contínua de nossa IES e da qualidade do seu ensino e gestão.

Esteja sempre em contato com a CPA, leia o seu Mural e os seus informativos, participe de reuniões, responda aos questionários de avaliações, apresente sugestões e procure conhecer os resultados das avaliações feitas.

Membros

  • CORPO DISCENTE Open or Close
    NOME CURSO CONDIÇÃO MANDATO
    Alessandro Borges Bonfim Pedagogia Titular 2013 -14 -15
    Luiz Varjão de Azevedo Jornalismo Titular 2013 -14 -15
    Paulo Gil Cyrne Lopes  Ciências Contábeis 1º suplente 2013 -14 -15
    Virgílio Neri Engenharia 2º suplente 2013 -14 -15
    Ricardo Henrique A. Bacelar Jornalismo 3º suplente 2013 -14 -15
    Viviane Basílio Engenharia 4º suplente 2013 -14 -15
  • CORPO DOCENTE Open or Close
     NOME CONDIÇÃO MANDATO
    Maria Tereza Alves Teixeira Titular 2013-15
    Diana Couto Coelho Titular 2013-15
    Maria das Graças Silva Chaves 1º suplente 2013-15
    Cintia Moreno de Moraes 2º suplente 2013-15
    Carlos Henrique Rodrigues 3º suplente 2013-15
    José Nilton Santana dos Santos 4º suplente 2013-15
  • CORPO TÉCNICO ADMINISTRATIVO Open or Close
    NOME CONDIÇÃO  MANDATO
    Daniel Souza Santos Titular 2013-15
    Roberto Vidal de Oliveira Titular  2013-15
    Mary Lúcia Carrascosa  1º suplente  2013-15 
    Raimundo da Silva Souza  2º suplente  2013-15 
    Jucinea Andrade de M. Cardoso  3º suplente  2013-15 
  • EGRESSOS Open or Close
    NOME  CONDIÇÃO  MANDATO   
    Valtervan Souza Carmo  Titular   2013-15  
    Mila Loureiro Titular  2013-15  
    VAGO Suplente     
    VAGO Suplente    
  • MANTENEDORA Open or Close
    NOME CONDIÇÃO MANDATO  
    José Carlos Sampaio Titular 2013-15  
    Rosângela Costa da Hora Titular 2013-15  
    VAGO Suplente     
    VAGO Suplente